Blog Auá

Ícone abrir menu Ícone fechar do menu

Motivos para você começar a usar óleo de melaleuca

Aromaterapia

edit

Esse óleo essencial é conhecido por suas propriedades antissépticas e antibacterianas, sendo o ingrediente favorito da pele acneica.

Também conhecida popularmente como tea tree oil, o óleo de melaleuca vem da planta chamada melaleuca, de casca fina e folhas longas e esverdeadas. Embora essa árvore seja originária da Austrália, seu cultivo é feito na Europa, na América do Sul e na Ásia. As propriedades dessa substância já são conhecidas há muitos anos pelos aborígenes australianos. 

Este óleo é utilizado desde a antiguidade na medicina tradicional para tratar vários problemas de saúde, devido às suas diversas propriedades medicinais, que têm sido comprovadas em diversos estudos científicos atuais. 

Curioso para entender melhor sobre o óleo de melaleuca e seus benefícios? Continue lendo e descubra como incluir esse ingrediente na sua rotina de cuidados com a pele.

Para que serve o óleo de melaleuca?

Para que serve o óleo de melaleuca?

Como falamos anteriormente, a melaleuca é uma planta muito utilizada para extração do óleo essencial presente em suas folhas. O óleo de melaleuca é muito conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias e antissépticas. Além disso, é considerado uma substância antioxidante.

Outra característica medicinal está no seu composto terpine-a-ol, que combate alguns tipos de bactérias, vírus e fungos. Esse fator ajuda a aumentar a atividade dos glóbulos brancos, que auxiliam no combate a germes e outros invasores.

Quanto ao seu uso no skincare, geralmente o óleo é associado em fórmulas manipuladas, e em alguns cosméticos já possuem o ingrediente na composição.

Conheça os benefícios 

Conheça os benefícios 

O benefício mais conhecido do óleo de melaleuca para a pele relaciona-se diretamente com as de tipo oleosas e acneicas. O ativo pode ser efetivo no tratamento da acne e no controle de oleosidade da pele, como já mostraram algumas pesquisas científicas. Por isso, peles com tendência à acne e à oleosidade costumam responder bem ao uso do óleo de melaleuca. 

Exatamente por conta de suas propriedades antissépticas e antibacterianas, o óleo combate a bactéria Propionibacterium acnes, que é a responsável pela inflamação causada pela acne. E tem outra vantagem: o tea tree oil irrita menos a pele, em comparação com ácidos (como o peróxido de benzoíla, por exemplo).

Geralmente, o óleo de melaleuca pode ser usado topicamente, em sua forma concentrada, diretamente em cima da espinha inflamada, por exemplo. Porém, também pode ser um ativo usado em dermocosméticos, como sabonetes, loções, tônicos e hidratantes. Além disso, podemos usá-lo em todas as etapas de cuidados com pele: higienização, antes do protetor solar para controle da oleosidade, no tratamento de algumas dermatose

Um outro benefício curioso é que a aplicação tópica do óleo concentrado pode ajudar a curar infecções por fungos nas unhas, como aponta um estudo da Universidade Federal de Santa Maria.

Entenda se é seguro usar óleo de melaleuca

Entenda se é seguro usar óleo de melaleuca

Sim, o óleo de melaleuca é uma substância segura, mas tenha a atenção de observar a sua fonte de extração, como ele é conservado e quanto dele está como substância de cosméticos, pois ele também é um conservante natural de cosméticos. Sendo assim, dependendo da concentração, ele pode entrar como princípio ativo na fórmula ou conservante do produto.

Além disso, é importante ressaltar que o óleo de melaleuca concentrado, em sua forma 100% pura, pode ser muito forte se usado excessivamente, principalmente, para peles mais sensíveis, podendo causar irritações. O ideal é usá-lo de forma diluída ou em baixas concentrações em produtos dermocosméticos. 

Incluindo o tea tree oil na rotina de skincare

Incluindo o tea tree oil na rotina de skincare

Existem algumas condições na hora de incluir o óleo de melaleuca na rotina de beleza. Ao usá-lo na forma pura ou direta na pele é recomendado cuidado para não irritar ou provocar ressecamento da pele. 

Fique atento à embalagem e informações fornecidas pela marca do produto, pois é importante saber a sua forma de extração. Outro ponto é o cheiro do produto, que para quem tem rinite pode causar um certo desconforto. 

Para evitar qualquer problema, o ideal é investir em um produto que já possua esse ativo na sua formulação, sempre com a indicação do seu dermatologista, em vez de usá-lo na forma pura.

A Auá Natural possui o óleo essencial de melaleuca na fórmula 100% natural, além de 100% orgânico, vegetal e vegano. Seu uso é bastante versátil para várias finalidades:

• Pode ser usado em máscaras de hidratação para o cabelo. 

• Auxilia na redução de queda capilar, caspas, ressecamento do couro cabelo e fios.

• Na aromaterapia, auxilia na redução dos estados obsessivos; depressão; medo;  ansiedade; preocupação excessiva; sensação de vazio; cansaço e fadiga crônica; acalma choques; indecisão; apatia; timidez e tristeza. 

Como utilizar o óleo de melaleuca Auá?

• Diluir de acordo com a utilização.

• Utilizar sob orientação médica ou de terapeuta qualificado.

• Em caso de espinhas, aplicar com cotonete sob a lesão. 

Se quiser conhecer mais sobre o produto, clique aqui e confira!

stefany@boldcomunicacao.com.br

Comentários