Slow Beauty
Será que sua pele está desidratada?

Postado por Equipe Auá em 03/08/2018

A pele é considerada o maior órgão do corpo humano, e vital para a sobrevivência. Todas as células precisam de água para exercer suas funções e para a sobrevivência humana. A pele humana contém cerca de 70% em água, distribuída nas diferentes camadas, e em maior quantidade na derme.

Quando não ingerimos a quantidade correta de água ou sofremos agressões externas como excesso de sol, poluição, etc. , nossa pele sente os efeitos da desidratação e percebemos que algo não vai bem através de descamações, peles morenas, por exemplo, ficam acinzentadas em algumas regiões. Os joelhos e cotovelos também mostram a desidratação, ficando mais ásperos e esbranquiçados.

O que faz a pele permanecer saudável, macia, com flexibilidade e elasticidade é o equilíbrio que existe no mecanismo de sua hidratação, na capacidade que o organismo tem de promover a renovação celular e nas substâncias que compõem a epiderme. Para um bom funcionamento do mecanismo de hidratação, a camada córnea deve ser capaz de reter água, de modo que a sua taxa de evaporação sempre se mantenha num nível normal.

 

Sinais de desidratação

 

O ressecamento da pele pode ser desencadeado também por fatores genéticos, desordens na estrutura e na função da pele ou mesmo por fatores ambientais, como umidade e temperatura baixas; por fatores comportamentais, exposição a produtos químicos, como tensoativos, ácidos e bases e por falta de adaptação a produtos cosméticos.

De maneira geral, quando está ressecada ou desidratada, a pele apresenta aspecto craquelado, algumas linhas finas semelhantes a rugas e descamação em algumas regiões mais críticas.

A pele desidratada sofre e percebemos isso através de características da uma pele seca como: descamação, pruridos, fissuras, tensão, vermelhidão, rachaduras e repuxamento

 

Vamos hidratar!

 

A hidratação da pele deve ser feita de fora para dentro, bebendo pelo menos dois litros de água por dia. Depois disso, a hidratação com cremes e loções é muito importante. Essa hidratação deve fazer parte do seu ritual de beleza, de preferência, depois do banho. Peles secas pedem hidratantes mais densos. Já peles oleosas necessitam de texturas mais leves, como os géis e loções.

 

Óleo de Cacay. Melhor amigo de uma pele hidratada!

 

O uso de produtos cosméticos hidratantes previne ou tratam a desidratação cutânea, de maneira geral eles vão atuar aumentando a absorção de água na superfície cutânea por substâncias capazes de atrair a água, como exemplo, as substâncias umectantes e/ou promovendo a redução na evaporação de água.

O óleo de Cacay atua hidratando a pele profundamente devido ao processo de oclusão (retenção e redução da perda de água pela pele) que o óleo produz. Ele também é um óleo rico em ácido linoleico ( ômega 9) que além de hidratar de forma natural a pele, é absorvido de forma mais rápida, além de possui vitamina E.

 

 

 

 

Referências

MEDLIJ, Beatriz Caroni. HIDRATAÇÃO CUTÂNEA: ASPECTOS FUNDAMENTAIS NA MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DA FUNÇÃO BARREIRA DA PELE. In: 15° CONGRESSO NACIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 15., 2015, Ribeirão Preto. Anais do Congresso Nacional de Iniciação Científica. Ribeirão Preto: Universidade de Ribeirão Preto, 2015. p. 1 – 6.

BLUEHOST. Pele desidratada vs. Pele seca: Causas e Tratamentos. Disponível em: <http://www.dermatologiasp.com/pele-desidratada-vs-pele-seca-causas-e-tratamentos/>. Acesso em: 01 jul. 2018.

Compartilhe essa ideia: