Acorda, Toxicologia
As toxinas que estão por trás da sua make e você nem imagina !

Postado por Equipe Auá em 07/09/2017

Com os avanços tecnológicos no mercado dos produtos para maquiagem, surgem constantemente novas “ makes”  com ações diversificadas e inovadoras. Efeitos que transformam a pele disfarçando e cobrindo imperfeições , promessas de fixação duradoura por uma noite toda, estão se tornando cada vez mais comuns.

Você já parou para pensar da onde vem a matéria prima dessas maquiagens ou do que são feitos ? Hoje nós vamos te contar algumas informações  que existe por trás da sua make e você nem imagina!

  • Qual a origem das matérias-primas da sua maquiagem?

 

Em uma maquiagem, pode -se encontrar diversas matérias primas de origem animal. Pegando por exemplo um batom, a sua formulação é composta 60% por ativos lipofílicos que podem vir da gordura de porco e lanolina . A lanolina  é um subproduto obtido da limpeza da lã de carneiros, uma graxa amarelada excretada pelas glândulas sebáceas desses animais que sofrem maus tratos e são abatidos para que sua carne seja utilizada após o processo.

Além disso, ainda existe as ceras de abelhas que são bastante utilizadas nesse cosmético.

  • Qual origem das cores ?

     

    Exemplo o pigmento carmine red que é extraído do inseto colchonilha e seu processo de obtenção envolve a extração dos corpos dos insetos secos (estes são coletados manualmente e secos ao sol até 1/3 do peso original), com água quente ou solução alcoólica–aquosa e após filtração, o líquido é chamado cochonilha.

 

  • Existem ingredientes que podem ser tóxicos nas maquiagens?

 

Nos cosméticos para os olhos, por exemplo,  existe o talco.  Um mineral muito utilizado em maquiagens como sombras. Existem relatos, ainda não totalmente comprovados,  que relacionam o uso desse ingredientes com o câncer .

 

Outro ingrediente muito comum em maquiagens é o BHA (buthylated hydroxyanisole) e o BHT (butylated hydroxytoluene), utilizados como conservantes e antioxidantes . Encontrados principalmente em batons e sombras para os olhos, estas substâncias são consideradas como razoavelmente carcinogênicos para os seres humanos, baseados em experimentos com animais.

 

  • Que opções de maquiagem são melhores para a saúde da pele ?

Para evitar a exposição a estes agentes nocivos com efeitos desconhecidos e evitar incentivos às práticas cruéis com os animais, hoje já é possível optar por maquiagens veganas. Elas não possuem ativos de origem animal e nem são testadas em animais. Além disso, os seus ativos geralmente são mais naturais com sintéticos seguros. Como por exemplo maquiagens contendo corantes naturais ou minerais, com óleos essenciais e óleos fixos vegetais.

Todavia, fique atento a composição , leio os rótulos e escolha produtos com atributos ecológicos como :  selos de qualidade e certificação contra crueldade com animais .

Gostou do nosso post? Compartilhe essa idéia com os seus amigos e vamos juntos a favor da saúde!

 

Por : Elaine Andrade.

Farmacêutica e Bacharel em Química – UFRN

Referências:

(SCCP), Scientific Committee On Consumer Products. Benzophenone-3. 2008. Disponível em: <http://ec.europa.eu/environment/chemicals/endocrine/pdf/final_ report_2007.pdf>. Acesso em: 22 ago. 2017.
DHI, Water & Environment . Study on enhancing the endocrine disrupter priority list with a focus on low production volume chemicals. 2007. Disponível em: <http://ec.europa.eu/environment/chemicals/endocrine/pdf/final_report_2007.pdf>. Acesso em: 22 ago. 2017.
SOCIETY, American Cancer. Talcum Powder and Cancer. 2017. Disponível em: <https://www.cancer.org/cancer/cancer-causes/talcum-powder-and-cancer.html>. Acesso em: 22 ago. 2017.
BARRETT, Julia R.. Thimerosal and Animal Brains: New Data for Assessing Human Ethylmercury Risk. Environ Health Perspect.: Environ Health Perspect., Bethesda, v. 113, n. 8, p.543-544, ago. 2005.
OLIVEIRA, Joel Antonio de. EXTRAÇÃO, ESTABILIDADE, IDENTIFICAÇÃO E TESTES BIOLÓGICOS DO CARMIM. Disponível em: <http://www.sbq.org.br/ranteriores/23/resumos/1283/index. html>. Acesso em: 22 ago. 2017.
 (IARC), International Agency For Research On Cancer. BUTYLATED HYDROXYANISOLE (BHA). 1998. Disponível em: <http://www.inchem.org/documents/iarc/vol40/ butylatedhydroxyanisole.html>. Acesso em: 22 ago. 2017.
ECOANDO. Os riscos que a maquiagem traz para saúde. 2011. Disponível em: <http://www.hierophant.com.br/arcano/posts/view/Ecoando/937>. Acesso em: 22 ago. 2017.

 

Compartilhe essa ideia: