Acorda, Toxicologia
Ingredientes comedogênicos. Conheça quem são eles!

Postado por auablog em 26/01/2019

Você está na fase adulta e ainda possui espinhas? Sabia que alguns dos seus cosméticos podem ser os causadores dessas inflamações?

O termo “Comedogênico” significa ter a tendência de promover a formação de comedonas, poros entupidos. Eles proíbem a excreção natural de resíduos foliculares, sebo e células mortas da pele, a partir do folículo existente na pele.

Esses ingredientes podem ser encontrados em alguns cosméticos, medicamentos, maquiagem, protetores solares, cremes para barbear, produtos capilares e para cuidados com os cabelos.

 

Como esses ingredientes entopem os nossos poros?

A comedogênese consiste na capacidade de um cosmético em estimular a formação de comedões, bolinhas milimétricas esbranquiçadas, que são folículos por onde o sebo é expulso e que geralmente aparecem na face e no tronco. Os comedões podem ser abertos, também chamados de pontos negros, onde a porção de sebo que está em contato com o exterior oxida e resulta no seu escurecimento. E comedões fechados que são conhecidos por pontos brancos, como cravos e espinhas.

 

Existe algum tipo de classificação para os comedogênicos?

A maioria dos estudos classificam os ingredientes comedogênicos de acordo com uma tabela com níveis de 0 a 5. Sendo 0 para produtos que não são comedogênicos e 5 para os produtos com alto fator comedogênico. Os produtos de até nível 2, moderadamente baixo, são considerados não-comedogênicos e seguros para uso em peles oleosas.

 

Quais são?

0 – Não causa obstrução dos poros;

1 – Baixo nível;

2 – Moderadamente baixo;

3 – Moderado;

4 – Razoavelmente alto;

5 – Alto.

 

Existem ingredientes naturais comedogênicos?

Sim! É preciso ter cuidado ao passar produtos naturais na pele, como a manteiga de cacau, manteiga de coco, óleo de coco, óleo de linhaça, azeite de dendê e óleo de germe de trigo.

 

Confira a lista de ingredientes comedogênicos segundo seu INCI:

– Acetlyated Lanolin;

– Cocoa Butter;

– Coconut Butter;

– Isopropyl Myristate;

– Isopropyl Palmitate;

– Isopropyl Neonpentanoate;

– Isopropyl Isotearate;

– Laureth 4;

– Myristyl Myristate;

– Myristyl Lactate;

– PEG 16 Lanolin.

 

Alguns ingredientes não comedogênicos:

Óleo de amêndoa, cera de carnaúba, extrato de camomila, glicerina vegetal, óleo de jojoba, óleo de semente de damasco, óleo de abacate, calêndula, cânfora, óleo de castor, óleo de milho, óleo de oliva, óleo de amendoim, óleo de semente de sândalo, óleo de cártamo, óleo de semente de gergelim e óleo de girassol.

Por isso é tão importante que você leia com muita atenção os rótulos dos seus produtos e cuide bem da sua pele respeitando suas características, sem prejudicar a sua saúde.

Pesquise e nos questione!  Vamos juntos?

 

 

 

Por: Elaine Andrade.

Farmacêutica e Bacharel em Química – UFRN

 

Referências:

SAYS, Andrea. A List of Non-Comedogenic Facial Oils. Disponível em: <https://thebestorganicskincare.com/a-list-of-non-comedogenic-facial-oils>. Acesso em: 01 out. 2017.

SIMONSONS. COMEDOGENIC INGREDIENTS. Disponível em: <https://www.simonsons.com/docs/Comedogenic_Ingredients_Information_Folio_12.5.14.pdf>. Acesso em: 01 out. 2017.

FERREIRA, Marta. Anatomia de um rótulo Não comedogénico. Disponível em: <http://apelequehabitoblog.blogspot.com.br/2015/10/onde-o-cosmetico-habita-3-nao.html#. WdLAPGiPLIU>. Acesso em: 02 out. 2017.

 

Compartilhe essa ideia: