Naturalândia
Entenda como o plástico que você utiliza está degradando o nosso planeta. 🌱

Postado por auablog em 13/07/2019

O uso de sacolas plásticas e embalagens é hábito comum no cotidiano de muitas pessoas, porém seu acúmulo no meio ambiente é um problema sério que vem sendo causado pela sociedade moderna.Entender um pouco sobre a degradação destes produtos é fundamental para entendermos melhor sobre os processos que podem ocorrer, caso estas sejam descartadas de forma indevida. Dentre os problemas ambientais relacionados ao destino dado aos plásticos, boa parte é causada pelas embalagens. Por tratar-se de um material de baixo custo, embalagens como sacolas plásticas são oferecidas praticamente sem ônus ao consumidor. Este é um fato que chama a atenção, pois sabemos que no Brasil não há um sistema de gerenciamento de resíduos sólidos eficiente. Como consequência a isso, tem-se o acúmulo dessas sacolas em aterros sanitários e lixões. Essa deposição dificulta a circulação de líquidos e gases, retardando a estabilização da matéria orgânica e assim criando um acúmulo de lixo gigantesco em todo o planeta.

Como funciona o processo de degradação do plástico?

Os plásticos são produtos químicos que são obtidos por processos como destilação, mistura de substâncias e polimerização. Para que o plástico seja degradado existem alguns processos que auxiliam esta etapa, como a fotodegradação que baseia-se nos efeitos da radiação solar juntamente com a presença de oxigênio no plástico, tornando-os quebradiços e esfarelados, gerando pequenos fragmentos. A degradação térmica que é um processo causado pela ação da temperatura sobre o material, diminuindo sua estabilidade e resistência, além de uma mudança perceptível de coloração. Outro processo que também pode influenciar na degradação dos plásticos é a biodegradação. Um processo que ocorre pela ação de microrganismos presentes no meio ambiente, ao qual, enzimas específicas quebram a cadeia polimérica digerindo-a.
Porém devido sua estrutura química, mesmo com estes processos o plástico pode levar até 200 anos para que sua degradação ocorra e hoje as enzimas existentes na natureza não são capazes de degradar o plástico de forma natural.

Porque ele está degradando o nosso planeta?

Cada uma das moléculas que formam a estrutura dos plásticos possui centenas de milhares de átomos, principalmente carbono e hidrogênio. Como as ligações entre os átomos são muito estáveis, os decompositores não conseguem quebrar o material em partes menores para destruí-lo. Em consequência a isso, ao descartamos o lixo de forma inconsequente e ao optarmos por utilizarmos embalagens que não são biodegradáveis, estamos contribuindo para o acúmulo de toneladas de lixo em todo o planeta e as consequências a isso vão desde o aumento do aquecimento global, a morte e contaminação de inúmeros animais marinhos, além de consequências imediatas como o entupimento de bueiros e consequentemente alagamentos. O material plástico produz gases tóxicos quando é queimado e tem reciclagem complicada, porque não se pode misturar diferentes tipos de plástico, assim sua reciclagem também é dificultada, sendo que hoje apenas cerca de 2% dos plásticos são reciclados.

Quais alternativas sustentáveis podemos ter em nossa rotina para reduzir esse impacto negativo?

Uma das alternativas sustentáveis que podemos adotar é optar por sacolas retornáveis, o que já auxilia numa redução significativa para o consumo de embalagens plásticas.
Optar por plásticos biodegradáveis que são passíveis de serem degradados através da ação de microrganismos, como por exemplo, bactérias, algas e fungos ou pela ação da luz solar e apresentam aditivos pró-degradantes que aceleram o processo de degradação, também é uma boa opção.
Dar preferência a empresas que optem por materiais recicláveis e biodegradáveis em suas embalagens também é uma ótima escolha para contribuir na redução deste impacto negativo.
Não ache que sua ação será única e pequena, ao contribuirmos com melhores escolhas não tenham dúvidas de que sua ação terá impactos positivos para o meio ambiente , além de inspirar todos ao seu redor.

Naturalize-se <3 Referências: AMARAL, Fernando de et al. ESTUDO DA DEGRADAÇÃO DE EMBALAGENS PLÁSTICAS OXIDEGRADÁVEIS EXPOSTAS AO ENVELHECIMENTO ACELERADO. In: 10 CONGRESSO BRASILEIRO DE POLÍMERO, 10., 2009, Foz do Iguaçu. Anais do 10 o Congresso Brasileiro de Polímero. Foz do Iguaçu: Cbpol, 2009. p. 1 - 8 FOLLMANN, Andrise Janaina et al. DEGRADAÇÃO DE SACOLAS PLÁSTICAS CONVENCIONAIS E OXIBIODEGRADÁVEIS. Ciência e Natura, [s.l.], v. 39, n. 1, p.187-192, 29 dez. 2016. Universidade Federal de Santa Maria. http://dx.doi.org/10.5902/2179460x24176.

Compartilhe essa ideia: