Acorda
Descubra o impacto da poluição dos esfoliantes sintéticos na natureza.

Postado por auablog em 04/02/2019

 

Como a esfoliação atua na nossa pele? Qual é a sua função?

Todos os dias estamos expostos a fatores como a poluição, o sol e o vento. Estes com o passar do tempo acabam prejudicando a pele e por isso ela merece sempre um cuidado especial. Na superfície da pele existem camadas de células mortas que ficam acumuladas e sujeiras ambientais que também se depositam nos poros; ambos podem levar a uma aparência áspera, fosca, seca e cansada, e também desagradável ao toque, criando uma camada que impede a ação eficiente dos cosméticos.

 

Qual a função da esfoliação para a nossa pele?

 

A esfoliação é a parte responsável pela renovação das células que remove as mortas e estimula a produção das novas, com mais colágeno. É um processo que consiste em retirar impurezas e células queratinizadas (células mortas) da superfície da pele, afinando e uniformizando a superfície da pele para facilitar a aplicação e a absorção de cosméticos complementares obtendo-se uma pele com aparência mais saudável.

 

Entenda como os esfoliantes sintéticos poluem o meio ambiente:

Para que os produtos esfoliantes tenham esta função, são adicionados a sua formulação partículas minúsculas que serão responsáveis pela ação esfoliante do produto. Estas partículas são compostas por microesferas de plástico também conhecidas como Microbeads que podem ser encontrados em esfoliantes faciais, gel de banho e creme dental, entre outros produtos. Fazem parte de uma classe maior de microplásticos, ou pedaços de plástico com menos de cinco milímetros ou 0,2 polegada de comprimento.

 

As microesferas não são biodegradáveis e as que são drenadas pelos esgotos não podem ser filtradas por muitas estações de tratamento de águas residuais, o que significa que plásticos minúsculos escorregam facilmente nos cursos de água. Peixes e outros animais marinhos frequentemente os consomem, introduzindo substâncias potencialmente tóxicas na cadeia alimentar.

 

Os benefícios da esfoliação natural para as pessoas.

Os esfoliantes naturais são produtos biodegradáveis e não agridem a natureza, assim como não são nocivos a nossa saúde. Estes esfoliantes por serem de origem natural podem além da esfoliação trazer outros benefícios a pele como os esfoliantes de sementes de maracujá e linhaça, que junto a esfoliação liberam também ácidos graxos que auxiliam na hidratação e cuidados com a pele. Outras opções de esfoliantes naturais são: café, amêndoas moídas, como também açúcar, sal, farelo de arroz, farinha de aveia, assim como folhas desidratadas e trituradas.

E para o meio ambiente?

Ao optar por produtos cosméticos que contenham apenas esfoliantes naturais você reduz um impacto gigantesco à natureza, evitando a contaminação, intoxicação e morte de espécies marinhas, além de evitar a contaminação de efluentes e também do mar, contribuindo assim para uma redução significativa na poluição das águas.

 

Referências:

CAREGNATTO, Bianca Daniele; GARCIA, Giselle Albino; DUVERNAY, Ana Julia von Borell. Estudo comparativo entre esfoliante químico e enzimático no processo de esfoliação facial. Disponível em: <http://siaibib01.univali.br/pdf/Bianca Caregnatto, Giselle Albino Garcia.pdf>. Acesso em: 27 fev. 2018.

Barnes, F. Galgani, R. Thompson, M. Barlaz, Accumulation and fragmentation of plastic debris in global environments. Phil. Trans. R. Soc. B. 364, 1985-1998 (2009). In 2012, scientists found micro-beads numbering more than 450,000 per square kilometer in parts of the Great Lakes.

The New Yor Times. The U.K. Has Banned Microbeads. Why?. 2018. Disponível em: < https://www.nytimes.com/2018/01/09/world/europe/microbeads-ban-uk.html>. Acesso em: 23 jan. 2019.

 

Compartilhe essa ideia: